arrow_back

O digital é a solução para a sobrevivência das empresas

Este é o momento para as empresas se reinventarem no online e aproveitarem as oportunidades. Na busca por relações e conexões reais, a comunicação deve derrubar as barreiras que a quarentena ergueu. 

O LinkedIn, por exemplo, ainda é visto como a rede social mais impessoal, mas os tempos são outros, onde o humanizar é urgente.
As marcas e empresas que vão vingar serão aquelas que postarem na autenticidade e para isto é preciso trabalhar aspetos nunca antes aprofundados, tais como uma maior proximidade, mais ligação entre colaboradores e empresa e até mesmo clientes.
Este é o momento em que o online se assume como o principal palco da comunicação. 

As marcas que ainda não estavam a trabalhar os canais digitais, têm pouco tempo para se adaptar e terão de o fazer se querem sobreviver. Aqui terão de recorrer aos profissionais de marketing e comunicação e empresas que desenvolvam o digital para os acompanharem neste jornada. 

De forma a “aguentar” a quarentena, são inúmeras as boas iniciativas que estão a nascer, tal como lojas online relâmpago, concertos e peças de teatro em direto no Instagram, comunidades de apoio à quarentena e, incontornavelmente, muitas páginas de humor às quais as marcas se têm associado de forma muito criativa. 

Nada mais será igual depois desta crise.
Empresas e os utilizadores não vão encarar isto como um novo fenómeno, como algo passageiro.  É fundamental que os profissionais da área do marketing e comunicação estejam atentos e possam também acompanhar estas novas dinâmicas, promovendo serviços de consultoria eficazes que permitam garantir a sustentabilidade das marcas nos canais digitais no futuro. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *